.

.

domingo, 11 de junho de 2017

JN descarta Aécio de vez com vídeo de entrega de propina.

O Jornal Nacional de ontem foi mais uma mostra de que o “playboy provinciano”, assim definido por Eric Nepomuceno, foi devidamente descartado, sem volta, pela chamada grande mídia, tão amiga do candidato na última eleição presidencial.
Com o mandato de senador suspenso, com 0% das intenções de voto para presidente na última pesquisa Vox Populi, com a irmã, Andrea Neves, presa, Aécio Neves da Cunha terá seu pedido de prisão julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a princípio, nesta terça-feira.
Do Jornal O Globo.
“A Polícia Federal flagrou Frederico Pacheco de Medeiros, primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), recebendo uma mala com R$ 500 mil de Ricardo Saud, executivo da J&F, grupo que controla a JBS. A entrega do dinheiro fez parte de uma das “ações controladas” realizadas pela polícia após acordo de delação premiada dos donos da JBS, como ocorreu com o ex-assessor-especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures. Segundo a Polícia Federal, Aécio era o destinatário do repasse. As imagens foram divulgadas pelo ‘Jornal Nacional’, da TV Globo”.
Abaixo, o vídeo do JN.




Nenhum comentário:

Postar um comentário